DÚVIDAS & FAQ
RESPOSTAS PARA AS SUAS PERGUNTAS

Aqui encontra as respostas para as questões mais frequentes sobre os problemas ligados à higiene íntima da mulher e sobre toda a gama de produtos Lactacyd. Para que não fique com dúvidas!

pH Equilibrado

1. Temos o mesmo pH vaginal em todas as etapas da nossa vida?
O pH vaginal varia ao longo da vida da mulher, adequando-se a cada etapa determinada, sendo mais ácido, por exemplo, durante a gravidez, para prevenir infeções.

2. Qual é o pH vaginal adequado?
O ideal é manter um pH entre 4 e 5, embora este varie ao longo do ciclo, adaptando-se ao nível hormonal.

3. Como podemos manter um pH vaginal adequado?
Utilizando geles íntimos adequados, como Lactacyd, que ajudem a equilibrar a flora vaginal e, por isso, a evitar infeções.

4. Como nos afeta uma alteração de pH?
A perda do equilíbrio da flora vaginal pode afetar-nos, provocando alterações no fluxo e favorecendo o aparecimento de infeções, tanto bacterianas como infeções produzidas por fungos.

Higiene Íntima

1. Devo ter alguma precaução especial na hora de realizar a minha higiene íntima?
O mais importante é realizar uma higiene íntima diária adequada e com os geles íntimos específicos, como o Lactacyd, que respeitam o pH natural. Os geles de banho corporais, normalmente não são adequados para a zona vaginal, podendo provocar irritações e/ou infeções.
Além disso, em estados como a menopausa, a gravidez ou a menstruação, deve dar-se uma especial atenção à manutenção do pH vaginal, uma vez que, de modo natural, já favorece o aparecimento de infeções.

2. É recomendável realizar duches vaginais?
Não, as lavagens excessivas e muito intensas podem quebrar o equilíbrio da flora vaginal e favorecer o aparecimento de infeções.

Infeções e Irritações Vaginais

1. Sempre que se tem uma alteração no fluxo vaginal é porque existe uma infeção?
Não, existe a denominada leucorréia fisiológica, que é o surgimento de uma maior quantidade de fluxo vaginal, mas que não é associada ao mau cheiro ou comichão. Além disso, no estudo microbiológico do mesmo, não existem micro-organismos patogénicos.

2. Que tipos de infeções vaginais existem?
As bacterianas e as produzidas por fungos. A sintomatologia é semelhante em ambas mas com ligeiras diferenças. Nas duas existe um aumento da quantidade de fluxo e associado à comichão.
No caso das bacterianas, pode ter cheiro a peixe e cor amarelada. No caso das candidíases, o fluxo é esbranquiçado e grumoso.

Tratamento

1. Qualquer tratamento é válido para uma infeção vaginal?
Não, cada caso deve ser avaliado o agente causador e basear o diagnóstico nesse aspeto.

2. O meu parceiro deve tratar-se?
Só em caso de infeções por transmissão sexual. Por vezes, nos casos de infeções recorrentes e resistentes ao tratamento, poderá ser conveniente o tratamento do parceiro.

3. É melhor a via local ou oral?
Deve ser feito um tratamento conjunto.

Sobre Lactacyd

1. Porque é tão importante manter um pH vaginal adequado?
Para prevenir o aparecimento de infeções e irritações.

2. Devo utilizar Lactacyd mais de uma vez por dia?
O uso diário, no banho, é suficiente.

3. Devo usar Lactacyd todos os dias?
Uma higiene diária é o recomendado.