INFEÇÕES RECORRENTES

Há mulheres que apresentam infeções recorrentes; nestes casos deve-se verificar que não sofrem de doenças sistémicas como, por exemplo, a Diabetes, que baixa um pouco as defesas.

Também pode dever-se ao facto da mulher estar a tratar a infeção, mas o homem não. Se assim for, ela vai contrair novamente a infeção.

Outra causa é se estiver a usar roupa muito justa, pensinhos diários, se depila toda a área genital, etc. Nestes casos, mais do que um tratamento, o que a mulher necessita mesmo é de uma alteração de hábitos e tratar-se quando tiver a infeção.

Nem todas as alterações no fluxo vaginal são tratadas de forma igual. Torna-se, por isso, necessário recorrer a uma consulta no ginecologista. O tratamento é geralmente de 3 a 7 dias, e nunca menos. Se o iniciar e não o terminar, criará resistências e, quando o voltar a fazer, este já não irá funcionar da mesma forma.