VULVOVAGINITE NAS MENINAS E NAS ADOLESCENTES

É o problema ginecológico mais frequente na infância, e costuma afetar as meninas desde os 2 anos de idade até à puberdade.

A maioria não é por infeções, mas sim por irritação da pele da vulva e da vagina.

Como ainda não há estrogénios (porque tal como na menopausa, os ovários não funcionam), o revestimento da pele da vulva e da mucosa da vagina é muito fino e débil, por isso irrita-se muito facilmente. Além disso, a falta de pelo púbico que protege, a roupa interior apertada ou húmida, a obesidade ou a higiene defeituosa podem contribuir para a inflamação.

A vulvovaginite infeciosa é menos frequente e produz uma grande irritação e odor desagradável fruto da presença de bactérias patogénicas.

É importante manter uma boa higiene íntima, usar roupa interior de algodão, evitar os fatores irritantes (roupa apertada, fatos de banho húmidos…) e, se aparecerem sintomas, recorrer a um especialista que lhe indicará se é necessário iniciar algum tratamento.