APARELHO REPRODUTOR FEMININO

É composto por genitais externos e internos.

Os genitais externos são aqueles que podemos ver: a vulva com os grandes e os pequenos lábios, que protegem a entrada da vagina; o clítoris na parte superior da vulva, entre os pequenos lábios, tem o tamanho de uma ervilha e é a zona mais sensível da mulher; a uretra, que é por onde sai a urina, situa-se entre o clítoris e a entrada da vagina, o orifício vaginal, por onde se introduz o pénis aquando da relação sexual e por onde sai o sangue aquando da menstruação e por onde, também, se introduzem tampões; e o hímen, que é uma membrana fina e elástica, o qual fecha parcialmente a entrada da vagina. O hímen rompe-se, normalmente, nas primeiras relações sexuais, em que existe penetração, mas o espaço que ocupa antes do início das relações sexuais é suficiente para que o sangre oriundo da menstruação saia, e para introduzir um tampão sem qualquer dor e sem o rasgar.

Os genitais internos situam-se dentro do corpo e são:

A vagina é o canal que comunica a vulva com o colo do útero; é muito elástica e é onde se introduz o pénis durante as relações sexuais.

O útero é um órgão musculoso e oco, com a forma de uma pera invertida, onde o embrião se acomoda, cresce e se desenvolve. A sua função é albergar, proteger e alimentar o feto durante a gravidez e facilitar a sua saída, ao fim de nove meses. Encontra-se na parte superior da vagina, entre a bexiga, pela frente, e o reto, por trás. Encontra-se dividido em duas partes: colo uterino ou cérvix e o corpo principal. O colo uterino ou cérvix é a parte inferior e mais estreita do útero; como o pescoço de uma garrafa abre-se dentro da vagina e é a parte do útero que dilata e se abre no final do parto para que o feto saia para o exterior. As paredes do útero contraem-se durante o parto para impulsionar a saída do bebé para fora, através do colo uterino e da vagina.

As trompas de Falópio são dois canais, esquerdo e direito, que transportam o óvulo até ao útero. No terço externo das trompas dá-se o encontro do óvulo com o espermatozoide, ou seja, a fecundação. As trompas de Falópio têm um comprimento de 6 a 9 centímetros, desde os extremos superiores do útero até aos ovários. O extremo de cada trompa alarga-se e adota uma forma de funil, de modo a facilitar a saída do óvulo no seu interior quando este é libertado pelo ovário. Os ovários não se encontram unidos com as trompas de Falópio, mas encontram-se suspensos muito perto delas.

Os ovários são dois, um de cada lado do útero; de cor branca nacarada, do tamanho de uma amêndoa e situados na parte superior da cavidade pélvica. A sua função é a de produzir um óvulo por mês (células sexuais femininas). Também se encontram encarregados da produção de duas hormonas: o estrogénio e a progesterona, que são os responsáveis pelo ciclo menstrual e pelo surgimento das características sexuais secundárias.